Boas práticas de convivência e harmonia nos condomínios

Perceber o coletivo e se sentir fazendo parte dele sem abrir mão da nossa individualidade não é tarefa fácil. Requer paciência, autocontrole e empatia. Mas principalmente, boa vontade.

O exercício do respeito pode e deve começar dentro da nossa casa, com nossa família, no trabalho, no transito, no clube e, é claro, no condomínio, onde dividimos com outras pessoas o mesmo espaço para morar e sonhar. Alguns especialistas reuniram dicas básicas de comportamento que levam em conta, acima de tudo, o objetivo maior de viver em harmonia e cultivar a paz. Leia e pratique!– Circular sem camisa, em trajes de banho ou de pijama pelo prédio é deselegante e pode causar constrangimento entre os vizinhos;
– Na piscina, evite utilizar bronzeadores antes de entrar na água, pois eles soltam gordura; não convide visitantes se o regulamento não permitir e evite correr em volta, assim como dar saltos que molhem as pessoas que estão fora;
– Na garagem, não deposite objetos e não obstrua a passagem nem a vaga de vizinhos; estacione seu veiculo dentro da faixa demarcada e respeite a velocidade estipulada;
– Barulho: Respeite o horário de silêncio, ou seja, o período compreendido entre 22hs e 8hs; evite andar de salto alto e arrastar moveis e use o bom senso para ouvir música ou tocar instrumentos musicais;
– Se o vizinho de baixo reclama de vazamento proveniente do seu apartamento, cuide do assunto como se aquilo estivesse acontecendo com você;
– No elevador e nas dependências fechadas, é terminantemente proibido fumar;
– Animais domésticos, quando permitidos, devem sempre circular por áreas comuns, inclusive no elevador, com coleira, focinheira se for o caso e, de preferência, no colo do dono;
Agindo assim é possível criar um ambiente agradável dentro do condomínio. Faça sua parte!

Fonte: Site Jornal do síndico – Aracaju

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *